Arquivo de etiquetas: abrir

Reclamo a tua ausência

cf17bd898effef449adcb44969ed0bde.jpg

Fotografia: Via Pinterest

A claridade que rompe da janela do quarto não deixa dúvidas: mais um dia. Mais um dia que desperto e encontro a cama vazia do teu lado.
Lembro-me de abrir os olhos pela manhã e ver-te dormir, enroscar-me ao teu corpo e assim ficar por tempo indeterminado mas agora tudo o que vejo é vazio, é ausência da tua silhueta.
É logo pela manhã que começa a minha luta contra a inércia de continuar na cama, voltar a adormecer e assim te alcançar noutro plano: no mundo dos sonhos.
Mas a vida segue, então respiro fundo e aceito mais um dia sem ti
Não consigo traduzir a tristeza de nunca mais cheirar o perfume da tua pele… o coração encolhe aperta e reclama!
E como reclama a tua ausência!
O amanhecer é então a altura do dia mais difícil de suportar pois afasta-me de ti, ja adormecer leva-me a ti…

A Vizinha

Despi-me para ti.

11202620_943920595662868_59036442099581415_n.jpg

Fotografia: Soft Focus Productions

Despi-me pela primeira vez.

Despi-me para ti.
Não falo de roupas e acessórios. Falo-te de muros armaduras cadeados e fechaduras!
É…. um dia tinha de ser.
Como me sinto?
Na corda bamba. Como uma folha desajeitada que balança ao sopro do vento prestes a cair.
Despi-me para ti. Pela primeira vez.
A ti me lanço sem saber se me segurarás.
A ti me abro e te deixo ler tudo o que dentro de mim escrito está.
Peguei em mim e a ti me dei como presente
E desse momento em diante
Nada me garante
Que a minha nudez para ti seja importante!

 

A Vizinha