Beija-me

Beija-me Como se o amanhã Não fosse chegar E hoje fosse o derradeiro dia Para me amar.

Continue reading …

Quando os meus olhos se fecham….

Quando a noite cai e os meus olhos se fecham, vejo-te a correr livremente pelo meu pensamento, de cabelo solto ao vento, feliz como as chitas de Shamwari. Vagueias em mim de pés descalços, de[…]

Continue reading …

Eu, tu e uma dúzia de gaivotas…

Deslizo os meus dedos macios pela tua pele eriçada, como que numa dança de cereais maduros nos longos campos livres da Califórnia do Sul, à mercê do vento e com sabor a maresia. Aprecio o teu tremor.  Demoro-me. Dedilho calmamente o teu[…]

Continue reading …

Olha o céu e sente-me!

Olha para o céu… Consegues imaginar e calcular a distância entre as estrelas? Consegues medir a intensidade do brilho de cada estrela? Consegues prever em que sítio vai estar cada estrela que vês hoje …[…]

Continue reading …

Eu juro que poderia ser feliz

Prometeram-me a felicidade, continuo sentado pacientemente à espera, numa espera sem esperança, como quem espera por quem invariavelmente não vem. Será a vida mesmo assim? Será a felicidade um momento e apenas isso? Um conjunto[…]

Continue reading …

Escuta, amor

Quando damos as mãos, somos um barco feito de oceano, a agitar-se sobre as ondas, mas ancorado ao oceano pelo próprio oceano. Pode estar toda a espécie de tempo, o céu pode estar limpo, verão[…]

Continue reading …

Fogo que arde sem se ver!

  Foi a Janela entre-aberta … que arrefeceu os nossos corpos! Queimei-te sim, como me queimaste! Desde que te aproximas-te de mim, que a minha pele reagiu! Eu queimava e tu ardias comigo … As[…]

Continue reading …