Amor a conta gotas? Não é para mim.

 

Ser a água que vai extinguir o nosso fogo é sem duvida das decisões mais difíceis que alguma vez tomarei.
É ridículo desistir de nós.

Sou ridícula aos olhos dos que amam mais os outros do que a si mesmos.

Não suporto o silêncio com que me cortas a pele. A tua ausência faz-me sentir a pequena Polegazinha do conto de Hans Christian Andersen.
Encolhida pelo teu abandono, roupas rasgadas pela forma como atingiste o meu coração, com frio pela ausência do teu toque quente. Sinto medo longe do teu abraço e fome. Muita fome do teu corpo.
Matar esta paixão irá perseguir-me sempre que por outros corpos passar… corpos que me irão apenas tocar na pele.
Mas sabes?
Ficarei sem ti mas voltarei para mim.
Os meus sonhos
Os meus desejos
A minha imaginação voltarão a ser do meu domínio.
Voltarei a banquetear-me com orgasmos brilhantes com todas as pessoas que cruzem o meu olhar.
Assim que fores cinza, serei dona e senhora do meu corpo, da minha mente e do meu coração. Não saberei mais o que é fome.

Quando fores fumo, irei respirar-Me e encontrar-me!

E tu…. que me fizeste tomar esta decisão que me corroí e hoje me faz sentir ridícula… serás apenas…. pó.
Pó. ‘ E tudo o vento levou’.

Vizinha #69Letras

São tantas as definições de amor…

image

Amar.
Amor, também pode ser, quando, após, conhecermos a escuridão dessa pessoa, e morrermos de medo pela sua obscuridade, perdoamos a omissão e aceitamo-la como parte integrante do seu ser.
Libertação. Amar por inteiro.
Sim, amar a luz e a noite dessa pessoa… parece-me uma boa forma de amar.

Se queres partir… Vai de uma vez!

image

Antecipo o dia que te vais embora…
Tu vais partir e sei que vais deixar a tua sombra em mim.
Posso te pedir uma coisa?
Se é para partires, parte já.
VAI!
Larga-me. Deixa-me a chorar abraçada à tua sombra.
Parte antes, que a minha respiração seja também tua… espera! Já é!
Meu amor, simplesmente parte.
Quanto mais rápido partires, mais cedo me adapto ao eterno inverno…

Ausente do mundo, presente para ti.

 

| M18 | Maiores 18 | Abandono o carro poluída pela nossa troca de palavras, desvairos sem sentido e com sentido, tensão e excitação dentro daquele habitáculo já difícil de respirar.
Vens atrás de mim, e encostas-me à parede.
Troças da minha altura mas deliras com a minha personalidade capaz de fazer frente a um gigante.

Enervas-me. Confundes-me.9c6c6b1ebd939e5ba9ca19b4ad17928a
Seguras-me e largas-me.
Usas-me e abusas.
Ausentas-te mas invades-me.
Fazes-me bem e mal.
Fazes-me contorcer de prazer e de medo de te perder.

 

Humedeces-me os olhos de emoção, mas também de saudade.
És um demônio. Incontrolável. Ferozmente implacável. Letal. Precisas de ser colocado para baixo…
Olhas-me nos olhos desenhados pelo mal, seguras-me pela cintura e puxas o meu corpo já quente e suado, efeito da tempestade de palavras cruzadas, e pressionas-me de forma a fazer-me sentir a loucura que te cresceu no sexo.
Engulo em seco. Penetras-me o olhar como se me quisesses devorar.
E queres!
Prendeste a minha jugular entre os teus malvados dentes e provocaste-me este inchaço.

Cravaste os teus dentes por todo o meu corpo…

sento-me e sinto-te,
encosto-me e sinto-te
visto-me e sinto-te.

Estás longe. Ausente do meu calor, mas presente no meu corpo. Na minha mente.
Não me consigo libertar da loucura com que me presenteaste naquela cama. Eriçaste todos os meus poros… assim que o efeito da dor que me provocavas desvanecia, implorava-te por mais. Implorava que me rasgasses a pele como o leão que és, cuspisses a carne e te embriagasses nos meus lábios com o meu néctar que fazes ferver.
Doente. Ausente do mundo, presente para ti, é assim que a nossa loucura me faz SER mulher.

Vizinha #69Letras

Estou exatamente onde sempre soube que deveria estar

 

wpid-wp-1444740049948

Não me deixes tornar a ser cinza.
A minha alma dormia apenas subsistia até ao momento da tua chegada. Chegaste e tornaste-te o meu amante. O meu amante escuro. Profundo. Ofereceste-me a tua mão, e arrastas-me para o teu mundo onde ressuscito e o meu olhar reacende.
Estou acordada.
Desperta.
O meu sangue corre… é quente. Estou exatamente onde sempre soube que deveria estar.
Faz este sonho ser real. Dá-lhe eternidade. Dá ao meu corpo a certeza do teu calor na minha pele nua.
És o que me faz falta. Só tu me dás o fôlego para me libertar do limbo que era a minha vida…

A VIZINHA #69LETRAS

Gosto de ti como gosto de café!

14694859_1692291301088409_1723473063_n

 

Gosto de ti como gosto de café. És tal e qual o café que eu bebo.

Intenso

forte
amargo para uns
sabor perfeito para mim
viciante
nunca és dose suficiente para matar o meu vicio!

© 👠Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2015


Acompanha o meu trabalho e o meu dia a dia na minha página do facebook!

Visita e faz LIKE           Aqui

Conservo- te… Eternamente

image

 

 

 

 

Só me resta proteger as memórias que tenho de ti. Proteger as lembranças, apesar de teres partido sem avisar, sem te despedires… Vou guardá-las para matar saudades sempre que te quiser reviver. Escolheste partir, escolheste abandonar-me para sempre, mas mesmo assim, vou continuar a conservar o teu perfume…

VIZINHA #69LETRAS

Recebe o que dás

Por favor, aguarda...

Subscreve a nossa newsletter

Vê tudo em primeira mão na privacidade do teu email. Novos textos, futuros eventos, workshops e novidades da nossa loja online - sex shop!
error: Conteúdo Protegido
%d bloggers like this: