uma vida onde tu não pertencias…

image

Calei o amor que sinto por ti por longos Invernos. Deixei-me viver uma vida onde tu não pertencias, uma vida fingida onde tu já não moravas mais no meu coração.
Ignorei a tua constante presença nos meus sonhos, a tua intromissão nos meus pensamentos pelas caladas noites, ignorei o apelo do meu peito a pedir-te de volta, a chorar de saudades. Abafei este sentimento com o barulho de outros corpos… outras presenças onde apenas usava a pele e desprezava a alma destes pobres amantes.
Hoje o teu corpo já não tem luz, já não tem vida e hoje, tudo o que guardei, todo o amor que escondi, todas as palavras que calei transformaram-se em farpas de vidro que magoam o meu peito, entopem a minha garganta, farpas que me cortam por dentro e libertam-se no desespero dos meus olhos que nunca mais verão os teus.

👠A vizinha #69Letras

És o tamanho que o meu corpo veste…

image

Assentas-me como uma luva!
Vou deitar fora as roupas de Inverno e de hoje em diante, só vestirei a tua pele.
Vou deitar fora, os casacos pesados, as camisolas de algodão, os lençóis térmicos, os cobertores que herdei da avó, as colchas de penas, os aquecedores eléctricos, tudo o que me aquece apenas a pele.
És o tamanho que o meu corpo veste, és a textura que me aquece…de dentro para fora.

👠A vizinha #69Letras

Os teus lábios nos meus.

image

Ainda não consegui decifrar a que me sabe a tua boca. Apenas sei que por muitas bocas que beije nenhuma tem o teu sabor. Cada vez que provo novos lábios sou invadida por temperos que nada me dizem. Os meus lábios somam dezenas de sabores que nada se assemelham ao gosto que habita a tua boca. O teu beijo traz-me saudade. O teu beijo deixa-me com vontade… o teu beijo tem o gosto de mais… deixas-me com agua na boca. E é assim que surge a minha fome e parto em missões falhadas em busca do alimento para o meu corpo. É os teus lábios que queria ontem. São os teus lábios que queria ontem, é os teus lábios que quero hoje, e amanha e depois de amanhã… para sempre. Vem saciar-me com os teus lábios. Os teus lábios nos meus. Os teus lábios no meu corpo… Ai! O meu corpo na tua boca, como desejo…

👠A vizinha #69Letras

Não ouses tentar despir-me.

image

Porque ousas tentar despir a minha alma?
Porque finges realmente pretender descobrir quem eu sou?
Que fique escrito que não me vou despir para ti nem para ninguém. Nem rápido, nem muito menos lentamente para que depois me deixes ao frio, porque é isso que acontece quando deixamos que derrubem os muros onde guardamos o coração. Não gosto do frio, gosto das minhas paredes, têm várias camadas e não é por estremecer na tua presença que os muros vão enfraquecer, fica a saber que têm protecção contra os sismos.
Porque te dás ao trabalho de fingir interesse em conhecer a cor da minha alma? Imagina-a cinzenta. Nebulosa. Ventosa. Ordinária como tantas outras… é isso que irás descobrir. Por isso, parte já noutra busca.
Achas mesmo que vou deixar que satisfaças a tua curiosidade? Que provoques estragos no meu forte, para que depois, sozinha, volte a re-erguê-lo, tijolo a tijolo?
Não. Eu digo-te o que tu, e outros terão de mim. A superficie da minha pele. E é sobre a primeira camada que te irás passear, até quereres partir.
Não ouses tentar despir-me.

👠A vizinha #69Letras

Hoje gostava…

image

Hoje gostava que alguém me pegasse ao colo e me encostasse ao seu peito enquanto me conta histórias de embalar. Alguém que me dê o conforto de um abraço e me minta com promessas infinitas, onde tudo vai ficar bem e que um dia não terei mais frio. Um dia não terei apenas para contar histórias vividas inventadas no silêncio do meu quarto.
Hoje gostava…

👠A vizinha #69Letras

É natural que duvides que por ti carrego um grande amor.

image

É natural que duvides que por ti carrego um grande amor.
Mas hoje escrevo, para que saibas porque abdico do teu beijo, porque prefiro amar-te em silêncio, longe de ti.
Meu amor, prefiro encontrar pequenos momentos de amor em vários corpos sem rosto, do que te ter ao meu lado e ter que implorar pelo teu afecto.
Prefiro o calor de um abraço de um Casanova do que receber o teu amor a conta gotas. Isto sim, permite-me ter mais momentos de felicidade, do que estar contigo.

👠A vizinha #69Letras

Volta para a cama

image

Memórias…
Que vislumbre que tive daquela cama.
Eu despida na cama desarrumada e o teu corpo nu à janela a fumar deixando entrar naquele quarto o som da rebentação das ondas do mar.
Na penumbra da janela contemplei-te pela primeira vez por inteiro, o teu corpo é endiabradamente maciço. Os teus antebraços são do tamanho das minhas coxas, a tua barriga expõe os teus músculos de uma forma espectacular, as tuas pernas são grossas e musculadas, e a acompanhar esta visão o teu membro acompanha o tamanho do teu corpo. Senti logo o meu corpo a pedir mais. Precisava novamente da envolvência do teu corpo, precisava de tocar na tua pele lisa sobre músculos de aço.
Nunca nenhum homem esteve tão perto da minha alma como tu. Cada momento que partilhamos, leva-me a um passo mais perto do estado Nirvana. 
Fechas a janela e observas-me. 
Vem para a cama – Pedi-te…

👠A vizinha #69Letras

Recebe o que dás

Por favor, aguarda...

Subscreve a nossa newsletter

Vê tudo em primeira mão na privacidade do teu email. Novos textos, futuros eventos, workshops e novidades da nossa loja online - sex shop!
error: Conteúdo Protegido
%d bloggers like this: