Arquivo da Categoria: Ponto G

BDSM, Chonézice e Coisas Assim Assim…

Correndo já o risco de perder a credibilidade como alguém que supostamente é entendida na matéria, tenho de alertar de antemão que comigo tem de haver boa disposição, por isso palavras estranhas serão usadas com frequência.
Pretendo nesta primeira publicação fazer uma breve apresentação e explicação do que podem vir a encontrar nesta rubrica. E para que não se percam vamos por pontos.

BDSM – Todos sabem o que significa ou ouviram falar, e parece que a moda veio para ficar. Yeahhhhhhh!!
Para mim é algo que faz parte da minha vida, em que adoro, respeito e acima de tudo levo com seriedade quando a situação assim o requer.
Sou uma Domme e para quem não sabe Dominadora resume tudo (ou não, por isso mais para frente será explicado). Adoro o que faço e posso dizer sem falsa modéstia que tenho algum conhecimento prático e teórico sobre este maravilhoso mundo do qual vos vou mostrar.
Tenho intenções de fornecer informações, desmistificar certas práticas, dar dicas, esclarecer duvidas e relatar experiências vividas por mim ou por amigos praticantes.

Chonézice – Também faz parte de mim e de quem me rodeia, tenho um sentido de humor meio estranho e adoro estar rodeada de pessoas igualmente estranhas, pessoas essas que regularmente chamo de “ohhhhh meu granda choné!”

Coisas assim assim – Bem, essa parte é a tal dita apresentação em que para já não vou debitar Gigabytes de informação em cima de vocês, pois afinal não quero que adormeçam, por isso bora lá então.
Sou a Misses Kat, Misses como diminuitivo de Mistress e Kat porque a minha alcunha em miúda era Gata e foi ficando até aos dias de hoje para alguns.

Sou praticante de Bdsm além de Fetichista, adoro falar sobre este meu lado mais Kinky e espero conseguir trazer o vosso ao de cima

E é assim caríssimos, apresentações feitas e não percam os próximos episódios porque nós também não.

Lambidelas onde mais gostarem.

Misses Kat #69Letras

PS: Tinha que haver uma referência ao Dragon Ball, pois claro…


Para amantes de collants | Rúbrica – Ponto G |

Olá amigas e amantes ou simpatizantes  da meia calça\ collants!

2Hoje estou aqui para te falar daquele momento super constrangedor que é o quando: ups uma linha nos collants e que em segundos te deixa em pânico com vontade de ir a um wc mais próximo trocar de meias caso sejas daquelas que anda sempre prevenida com um par de collants suplente na mala, pois bem, so passa por elas quem realmente usa meias de nylon ou licra, não sei se também vos acontece mas é quando menos espero que se rasgam ou sujam os meus collants, sim eu também rasgo e sim, acontece mesmo que os use quase sempre por baixo de calças, mas o que tem de acontecer acontece, comigo é quase sempre assim…

Normalmente é quando uso os que mais gosto ou são aqueles mais caros e que custaram os olhos da cara, que, quando de repente e ao mínimo desleixo e lá se vai um foguete uma linha aberta a descer perna abaixo, é dos momentos mais constrangedores que posso ter ao sentir e ver arruinados mais um par de collants, agora nem quero imaginar se estivesse a usar uns shorts ou saia, mas acho que…. (bem… nem é bom pensar).

Por isso aqui o vosso amigo vai dar-vos umas dicas que provavelmente algumas ou alguns de vocês já conhece mas outras ate1 podem ser novidade por isso aproveitem pois algumas sugestões podem salvar-vos o dia, e por outro lado, fazer durar as nossas meias calça significa poupar algum dinheiro.

1 – Tem sempre a certeza que o modelo que escolheste é o ideal para o seu tamanho e peso, caso contrário, ao usar, ficará esticada demais ou folgada o suficiente para não acompanhar a linha do corpo e ficar completamente out e no caso de muito justo e apertado forçar as linhas e romper num movimento tão simples como o sentar ou levantar de uma cadeira ou banco de autocarro

2 – Quando os tiveres a vestir é quase que obrigatório tirar relógios, anéis ou pulseiras e cuidado com as unhas, as vezes ajuda se usares umas luvas fininhas pra evitar o contato das unhas com a meia (confesso que eu não tenho grandes unhas mas quando vou a vestir umas collants ultra slim faço questão de usar luvas)

3 – Mantem sempre os collants longe de superfícies ásperas

4 – Quando os for vestir, convém que o faças  sentada e um pé de cada vez, depois é só levantar os pés e desenrolar com ambas as pernas juntas até atingir as ancas, isto tudo num processo quanto mais lento melhor pois não vai forçar em demasia as linhas e as fibras dos teus collants e isso dá saúde aos mesmos

5 – Enquanto não calçares os sapatos, botas ou tenis, usa um pano uma toalha ou um tapete de algodão para apoiar os pés e não criares grande atrito no chão com eles já vestidos

6 – A lavagem das meias tem sempre de ser à mão, com água abaixo dos 30º, caso contrário as fibras dos collants vão alargar e ficam em esforço e gastas

7 – Não podes lavar com nada que tenha cloro ou com amaciadores pois podem manchar as linhas de nylon

8 – Seca as tuas collants sempre à sombra e as máquinas de secar são proibidas se gostas mesmo dos teus collants com bom aspeto

9 – Passar a ferro – Nunca!

10 – Evita o contacto com tudo o que é cosmético (bronzeadores, cremes, óleos) e variantes pois poderão manchar a cor e textura

11- Naquelas partes do dia em que os sentes escorregar pelas pernas abaixo não entres em pânico nem tenhas pressa de começares a puxar para cima, respira fundo e pausadamente vais puxando de forma consistente a meia em partes ate onde as sentires confortáveis

12- Sempre que possível uns collants sempre na malinha ou no carro ou gaveta da secretaria do trabalho pro caso de acontecer algo de errado, e assim tens sempre solução para o problema e não passas uma imagem de descuidada para quem passe por ti

Podia mencionar mais um ou outro ponto mais básico mas acho que se seguires à risca estes princípios básicos de sobrevivência bem como de uma limpeza e manutenção dos mesmos vais ver que as tuas collants vão durar muito mais tempo!

5

Boa sorte e não te esqueças, os collants são fantásticos quando bem usados e bem desenhados ao teu perfil físico e profissional por isso usa e abusa sem medos ou receios mas sempre com um toque feminino e cuidado

Beijos do vosso Eu, Manoel