Arquivo da Categoria: 100 Modos

O café estava marcado

| M18 | Maiores 18 |

O café estava marcado. Estava com medo. Esta imagem que tinha na cabeça deixava-me desamparado. Sexualmente desamparado. Sabia que algo nos unia. Uma força, um estado de espírito, uma tesão. Não procurava perceber, queria sentir. Foi um acaso estranho o que nos levou a falar. E hoje é o dia em que finalmente vamos cruzar os olhares. Quero sentir essa força, energia, calor, o desejo. Continuar a lerO café estava marcado

Não quererei parar!

| M18  | Maiores 18 |

Não quero ter modos quando estiver contigo!

Seja numa sala ou num quarto. Com portas abertas ou fechadas. Vestidos ou nus. Cansados ou frescos. Não quero saber, não quero ter modos para te sentir. Quero beijar-te, sentir o aroma doce e inigualável. Passar as mãos no teu corpo, sentir o teu respirar no meu. Aqui, neste chão, neste sofá, nesta cama, nestas paredes vamos ser anjos e demónios, santos e pecadores, feras e presas, fogo e água. Quero confessar-me no meio das tuas pernas, quero que cavalgues em mim. Continuar a lerNão quererei parar!

A Vizinha da frente

| M18  | Maiores 18 |

Não era a primeira vez que reparava nela. Vivia no prédio da frente, um andar a baixo do meu. Sempre de janelas meio abertas assim como os cortinados. Apesar de ainda termos uma distância de uns dez a doze metros conseguia muitas vezes sentir o aroma que provinha da sua casa. Frutos. Frutos vermelhos. A decoração, do pouco que conseguia ver também era nesses tons, roxos, vermelhos, cor de vinho… A minha vizinha tinha bom gosto. Continuar a lerA Vizinha da frente