Foi em ti que pensei  enquanto  me toquei…

Passei o fim de semana inteiro a ouvir aquela musica que gostas, aquela que todos os dias escutas sentado ao meu lado e sem saberes que a conheço tão bem espreito-te pelo canto do olho e observo a tua reação quando ele canta:  The night’s almost done But I see your eyes You wanna go…

Não te apaixones é a regra dele

Isso é tudo muito bonito mas até quem está acostumado a estar no controlo se descarrila todo quando é abraçado por uma luz diferente que o invade abruptamente tal ventania que o deixa todo revirado. É.. existem regras mas até elas foram criadas para nos levar a quebrar tal maça proibida nos lábios de Adão…

… embora nunca o tivesses pronunciado sou quem esperavas! 

Quero que sejas a nova página onde escreveremos a história que nunca iremos esquecer. No primeiro capitulo contarei sobre o dia em que no poço dos desejos atirei três moedas com três pedidos mas um só desejo: eternidade ao teu lado. Viver o que já não há, dedos entrelaçados lado a lado sentados iluminados pelo…

Aventuras que pareciam não querer acabar…

Ambos sabíamos que este dia chegaria!! Mais dia menos dia ele iria bater à nossa porta. O dia em que meu trabalho me levaria para longe de ti nem que fosse temporariamente. Já viajei bastante, já estive em alguns países, quer em trabalho quer em lazer e nunca me assustou de alguma forma que fosse…

Uma rapidinha entre canais e uma porta fechada!

Não consigo pensar em nada mais triste do que um fim de um amor. Uma porta fechada, um quarto morto apenas com o som de uma rotina: deitar para cedo erguer para trabalhar, voltar jantar e tornar a deitar.

Q de quero mais!

A invasão profunda que dominou o meu corpo a minha racionalidade e domínio. O olhar que nos levou ao beijo ao amasso e que beijos e que amassos. Queríamos mais precisávamos demais. Mas nos dias seguintes apenas trocavamos conversas confidências e a curiosidade mútua de sabermos mais e mais um do outro. O medo invadia…

Não me digam que acreditam que só acontece aos outros?

A verdade é que não podemos viver sempre dentro da concha, dentro da nossa cabeça e do nosso coração, devemos abrir a janela e observar o horizonte, mas depois és contaminada com histórias de vida deste e daquele, com mil e uma coisas que acontecem a todo o instante. Do teu prédio à tua rua,…