Perdida e achada

Quando a minha alma estava
nos perdidos e achados
Tu vieste reclama-la
Quando a minha alma sangrava pela perda
Tu preencheste-a com alegria
Quando a minha alma estava 
perdida no limbo, sem rumo
Tu resgataste-a 
Iluminaste-a com todo o teu amor
Fizeste-me abrir os olhos
e ver que nem todos os caminhos 
são sombrios
Encheste a minha alma com cor
Renovaste o vazio e fundiste a tua
alma à minha.
Fizeste-me erguer de novo, 
Fizeste-me amar de novo,
Fizeste-me acreditar que o meu Eu
ainda pode ser amado
©Lola 2017 #69Letras

Deixar uma resposta