Livre…

Quero ser livre e sair de mim, poder gritar a plenos pulmões, para desvanecer ilusões, vestir uma segunda pele, mesmo que o corpo protele, não quero viver assim.

Quero escancarar as minhas gavetas, livrar-me de coisas tristes e pretas, dar cor e cheiro à vida, que sinto há muito perdida.

Nesta minha loucura insana, de vida sagrada ou profana, quero render-me à carne, que o Diabo em mim encarne, poder deixar de ser santa por um dia, deixar o desejo fazer magia, abrir todas as janelas, a realidades de vidas paralelas, do querer e do sentir sem limites a cumprir.

Só quero ser livre e sair de mim, e à monotonia pôr um fim…

 

© Miss Kitty 2017 #69Letras

Deixar uma resposta