Pescado como um sacana

Mantenho-me preso como um peixe em volta do isco..
Hipnotizado pelo brilho
do engodo que reluz na penumbra.
Vontades alimentadas pelos teus dizeres…
Pelos teus quentes acordares…
Os meus dedos anseiam sentir a leveza da tua pele despida de pêlos…
Ali onde a humidade se confunde com o calor…
Mordo os lábios com a ânsia de chupar os teus
Como se o anzol soubesse a prazer…
As tuas coxas feitas para serem afastadas…
Gemeres teus que soam a chamamento…
Uma verdadeira sereia com um rabo desprovido de escamas…
Convidativo ao meu paladar…

©Read Mymind 2017 #69Letras

Deixar uma resposta