Louco

Sim sou louco.
Perguntam-me tantas vezes o mesmo dizem me que és o veneno do pecado
que me enganas que és matreiro que estou cego e que não faz sentido levar essa vida
que traça meu destino apedrejam me tanto…
Perguntam-me como aguento tanta farsa, tanto desprezo se sou louco!,
mas eles não sabem… que os arranhões doem menos as mordidas
entre os beijos o grito no nosso leito sabe melhor o cheiro do queimar da pele da chama,
do húmido, do fervor eles não sabem…
©Bruxo 2017 #69Letras

Deixar uma resposta