Beija-me

Beija-me

Como se o amanhã

Não fosse chegar

E hoje fosse o derradeiro dia

Para me amar.

Beija-me

Como se o teu último suspiro

Fosse esta união

E a chance final

De expirar a paixão.

Beija-me

Como se a maré vazasse

Não voltando a encher

E o teu último mergulho

Me fosse prender.

Beija-me

Como se as palavras fossem eternas

No teu coração

E os nossos lábios se selassem

Numa perpétua comunhão.

Beija-me

Como nunca beijaste ninguém

Deixando-os encantados

E sê apenas o meu ladrão

De mil beijos roubados.

Beija-me

Como sempre me beijaste

Num abraço de ternura

E envolve-me no amor

Desta nossa loucura.

Beija-me.

Hoje. Amanhã. Sempre.

 

© Fox 2017 #69Letras

Deixar uma resposta