O que é que acontece é que o sentimento mudou. Hoje ela já não te ama!

Nada é em vão se naquela hora fez sentido. Os momentos são os instantes que se transformam em memórias mas se no imediato sentiste é porque foi verdade. Tudo é mutável e ainda bem. Aquele “quero ficar contigo para sempre” não deixa de ser verdade porque não se concretizou. Naquele imediato em que se amaram aquele desejo era absoluto uma crença imutável. Mas…! Os teus planos são esboços e a vida desenhou-te outros e aquela verdade hoje já não é.

O vento não levou as tuas palavras apenas as redireccionou…

… e as juras de amor eterno sussurradas entre dentes cobertos de prazer foram eternas no momento que vivemos. Fomos tão um do outro e indestrutíveis quanto a cama que nos aconchegou. Tal como quando te disse que te perdoei. Eu senti o que te dirigi, eu quis mesmo perdoar-te estava convicta que iria. Mas…! O tempo mostrou-me que não, que nem tudo o que dizemos é possível mesmo que sejamos puros na intenção… tem coisas que não dependem de nós. Quis perdoar-te porque te amava. Não te perdoei porque foste contra tudo o que acreditava e defendia. As verdades são subjectivas metamorfoseiam-se consoante o tempo, o espaço e o meio que nos envolve. Não deixam de ser verdade só porque no presente são passado.

Se foi sentido. Foi verdade e se duvidas, busca as tuas memórias. Sim. Um dia ela amou-te. Sim um dia ele amou-te. Apenas acabou. E todas as verdades que hoje te parecem mentiras, serão postuladas com outro alguém. Recorda e segue.

© 👠Cátia Teixeira, Vizinha 69 Letras 2016


Obtém 10% de desconto em todas as tuas encomendas! 69 novas formas de prazer!

Regista-te em www.aubaci/69letras

Deixar uma resposta