Meu porto de abrigo

Existe algo no teu peito que me conforta.
Algo que acolhe o meu mundo, este mundo complicado que por vezes não cabe no mundo real.
Não encaixa nos estereótipos impostos pela sociedade. 
Simplesmente não cabe. 
Este meu mundo é grande mas incompleto sem o teu. 
Torna-se gélido, quase inútil aqui permanecer, sem ti.
O teu núcleo é quente e sólido derretendo o meu gelo, o meu coração.
Não.
Não sou histórias de amor e paixões perdidas.
Sou de amores.
De preferência puros, sinceros.
Como tu.
Como esse teu peito, de tamanho do mundo, de coração miúdo, de amor profundo. 
No teu abraço descanso sem receios, 
Na tua alma eu encosto a minha.
Meu porto de abrigo. 
Meu amigo.
Meu abraço predileto.
©Krishna 2017#69Letras

 

Deixar uma resposta