| Maiores de 18 | A nossa história proibida começou meses atrás, e digo proibida porque sou casada e ele também.

| Maiores de 18 | 

Isto não era suposto ter acontecido…

É proibido, é pecaminoso, faz me sentir a pior das mulheres, mas eu desejo-te ardentemente, loucamente… Nunca desejei ninguém assim, estou apaixonada pelo fogo, Demónio!!!! que me atraíste e me prendeste como um íman.

A nossa história proibida começou meses atrás, e digo proibida porque sou casada e ele também.

Não previmos que isto ia acontecer…Mas não conseguimos desligar-nos, não sabemos o que fazer, é complicado demais, então encontramo-nos furtivamente como dois criminosos.

Bebemos o elixir que precisamos como drogados e vamos embora, satisfeitos sem culpa, somos amantes, assumimos isso.

Chegamos ao motel e tu já me aguardavas impaciente… abraçamos-nos chocando com os nossos corpos tal e a ânsia de te sentir outra vez.

O teu beijo envolve-nos no nosso momento.

A adrenalina de te sentir já corre nas minhas veias. 

O teu olhar está predador, há fúria ali, hoje não estás manso…que maravilha.

Tu aproximas-te novamente e sussurras me ao ouvido ” adoro esse vestido, mas ele vai ter que sair”.

Tocas as minhas costas com a ponta dos dedos já provocando e baixas o zíper do vestido, ele cai aos meus pés, revelando a lingerie preta e cinta liga. Tu sorris com safadeza e voltas a sussurrar “as ligas e o salto alto ficam”

Beijas-me o pescoço, enquanto libertas os meus seios do sutiã, abocanhas um de imediato eu gemo de prazer…adoro quando me mordes. 

Preciso sentir o teu calor, arranco-te a camisa desaperto o cinto e tiro o teu membro duro para fora. 

Já escorre de tesão, saboreio mmmm…como adoro sentir o teu sabor e calor na minha boca.

Tu agarras me pelo o cabelo e dizes ” não tão rápido, hoje é a minha maneira”

 

Pões-me as algemas de couro e prendes na grade do teto, tu afastas-te e delícias-te a olhar-me nua, só me cinta ligas e salto alto, andas a minha volta queres ver todas as perspectivas do meu corpo,cheiras os meus cabelos longos, e suspiras.

 

De seguida vendas-me os olhos, das me um tapa no rabo e dizes me ao ouvido ” és minha e só a mim obedecerás”

 

Ahhh calor … tu tens o dom de me incendiar.

Ajoelhas-te na minha frente e cheiras o meu pubis, afastas-me as pernas e devoras o meu sexo… Ahhh… A minha cabeça pender para trás de prazer, introduzes dois dedos em mim…doce combinação, que me leva em um ápice ao orgasmo, seguido quase de imediato de outro. 

Tu deitas-me esse olhar safado de quem só começou…segues ao encontro da minha boca deixando o meu rastro de prazer  na minha barriga e pescoço.

E beijas-me deixando me provar o meu sabor que permanecia na tua barba… delicia.

Retiras-me a venda e vejo que trazes as pinças para os mamilos… ahhh vou adorar…aplicas um em cada mamilo, a pressão que sinto é deliciosa.

Ergues a minhas pernas, de maneira a abraçar a tua cintura e conduzes o teu pau para dentro de mim, bem fundo logo na primeira estucada…ahhh gemo de prazer…enquanto investes forte dentro de mim com uma mão puxas pelo cordão que une as pinças… a sensação é fabulosa…gozo novamente estou perdida em ti…

Mas tu ainda queres mais, retiras-me as algemas do suporte do teto e inclinas-me de 4 na beira da cama…

sinto a tua mão a percorrerem o anus com gel, introduzes um plug em mim, e devolves o teu pau à minha vagina…

sinto-me preenchida que sensação, estou envolvida em prazer, as tuas investidas sempre certeiras levam-me novamente a um orgasmo maravilhoso ainda mais forte e longo que os anteriores e tu vens- te comigo…

 

Estamos ofegantes ainda quando nos deitamos a descansar da nossa aventura.

Tu mexes nos meus cabelos e beijas a minha testa com carinho e dizes

 “minha deusa hoje levo-te a jantar e quero que seja especial “

” vamos já, estou faminta, e a próxima sou eu que mando”.

 

 

Nefertiti 


Deixar uma resposta