Esta noite não há palavrões

| Conto Erótico |

Esta noite não quero o nosso s3xo selvagem

Vou dispensar as mordidas e os apertos…

Hoje vamos apenas e só. ..fazer Amor

Sente as minhas mãos e dedos explorarem o teu corpo, como quem explora algo nunca visto

Lentamente, sem rumo certo…tacteando todos os bocadinhos…

Com os meus lábios quero cobrir todas as áreas que as mãos forem primeiramente descobrindo…

Esta noite não há palavrões,

Quero apenas sussurrar ao teu ouvido de uma forma inacabável doces palavras Hoje temos muito tempo…

Hoje não há gula, fome ou desejo descontrolado…

Hoje, vais ser provocada demoradamente com as minhas mãos…

Vou massajar – te, até revirares os olhos…Até ficares com o peito tão duro de desejo…

Não vou entrar em ti…Vou deixar te a escaldar a superfície. …e em erupção por dentro…

Vou deixar te sofrer o prazer, sem te permitir a libertação do orgasmo…

Hoje temos tempo…

Hoje, vais apertar os teus dedos dos pés, arqueado a tua cintura. ..buscando a explosão do prazer, mas as minhas mãos vão suspender -te…

Hoje temos tempo. …

Quero ver nos teus olhos a súplica para libertação. …e hoje, sussurrarei vezes sem conta: calma….ssshhhsst”

 

palavrasquequeimam


Deixar uma resposta