Deixa-me…

Deixa-me conhecer esse teu eu oculto que se estranha, que em mim lentamente se entranha, por ser tão à minha medida, deixando-me tão rendida, ao desejo de querer saber mais, de como te despertar todos os ais, num jogo de luxúria e prazer, onde impera o querer, na volúpia de um beijo, que provoca tanto desejo.

Deixa-me saber como és, quando me rendo a teus pés, e me tens como sempre quiseste, sem que o meu corpo conteste, pois sei que secretamente me beijas, me pensas e me desejas, mesmo que não queiras admitir, essa forma tão estranha de me sentir.

Deixa-me descobrir o que te seduz, esse teu lado negro sem luz, que vou lendo nas entrelinhas, e desperta vontades minhas, de saber como te tocar, o teu corpo cativar, esse lado que tenho também, e não revelo a ninguém, mas contigo é tudo tão diferente e o desejo sobrepõe-se à mente, ignorando o certo ou errado pois só conta o prazer alcançado.

Deixa-me cada gota provar, à loucura te levar, sentir o teu sabor, o teu toque em mim cheio de cor, que sente cada recanto, me explora para meu encanto, sentir-te bem dentro de mim, num momento que sinto sem fim, quando me tocas bem fundo, e explodimos num segundo, gemendo bem alto aos céus, quando todos os teus ais se tornam meus.

Deixa-me descansar nos teus braços, serenar os nossos cansaços, os nossos corpos suados, intensamente saciados, fruto de uma entrega total, onde se completam o bem e o mal, o lado negro lentamente desvanece, e o bem suavemente escurece.

Deixas?

© Miss Kitty 2017 #69Letras

Deixar uma resposta