Aquele bater acelerado…

Tempos de adolescência e de sonhos fáceis
Sonhávamos com amores e
noites perfeitas.
Encontros casuais que terminavam em paixões como as dos filmes.
Bom lembrar o nervoso miudinho dos primeiros encontros.


Daqueles dias de praia e cinema em que conhecíamos doces e lindas adolescentes.
Descobri anos mais tarde que sempre souberam mais que eu…
Experiência de vida que vamos ganhando.
Aqueles namoricos que se arranjavam na praia e duravam um dia.
O dia que ganhei coragem
e convidei a beleza loura do autocarro para um
café…
Os beijos e amassos roubados no casamento do amigo…
A inesquecível noite de copos que durou longas noites…
Bons tempos…
Tempos mais leves…
E quando pensas que já experimentaste quase todas as emoções expontâneas que uma mulher te pode dar na conquista…
Eis que surge uma mão na sala de cinema!!
O que eu esperei por isso na adolescência!!
Serio!!
Era um daqueles sonhos acordados!
Com uma diferença…
Era eu que lhe tocava !!
E a expetativa seria o namorado não estar com a mão na perna dela!
Serio!!
Ficas entre a vontade de a levar pro corredor escuro e a”comer” com as mãos e boca
E a ideia de alinhares no que não passa de uma brincadeira que a excita.
Quase que tive pena de não ter um papelinho para escrever o número e meter no bolso da “menina”
Como se fazia nos tempos de escola.
A dizer…
“Gosto de ti”
Teria algo diferente escrito…
Tipo…
9########, hoje às onze, no H2O
A verdade é que adorei voltar a sentir o nervoso miudinho !
Sentir o coração acelerado!
E a vocês? Já aconteceu algo parecido?

©Read Mymind 2017 #69Letras

Deixar uma resposta