Sonhar…

Deito o corpo cansado e abandono-me ao sono que me embala, fecho os olhos e acabo por me esquecer de quem sou, arrisco tudo, sinto-me mais viva que nunca, e sem pedir licença entro nos teus sonhos, porque sei que não preciso pedir e gosto de te surpreender…

E mesmo sendo só um sonho consegues provocar-me, seduzir-me, despertar toda a luxúria e devassidão que oculto aos demais, queres o melhor de mim, como sabes que sou, sem limites nem pudores, e como tu tanto gostas, deixando-me um sorriso de satisfação nos lábios que só se deve ao momento em que te sinto, tão ausente mas em mim tão presente, em que me beijas e tomas como tua…

Venero a beleza dos nossos corpos quando se beijam, que se procuram, que se tocam com o mesmo desejo tal como na primeira vez, sôfregos, como se ficasse ainda algo a explorar, a descobrir, a despertar, nunca ficando saciados por inteiro…

Olho-te nos olhos e vejo o nosso prazer reflectido neles, e sinto-te, pela primeira vez e em sonho sinto-te, num orgasmo da Alma que me faz transbordar o corpo de prazer…

Acordo sobressaltada, quente, suada, e tão frustrada por não ter passado de um sonho…

Mas hoje consegui sentir-te, será que também me sentiste?

Miss Kitty 69 Letras® 25.02.2017

Deixar uma resposta