Quem ama pelo corpo não ama por muito tempo

Eu vejo-o olhar-se ao espelho

e de quando em vez fala da sua barriga que

tem vindo a crescer.

Brincamos com o facto!

É a barriga da felicidade!

Vejo que o preocupa, não por mim ou por nós,

Pois ele sabe que a medida do nosso desejo

está além da imagem dos nossos corpos.

Ele é-me tão ou mais desejável com barriga como sem ela.

Estes quilos, são sinais de duas coisas:

Que ele se não está a treinar está a dedicado

aos nossos momentos a dois. Estamos sempre juntos

e são poucas as coisas em que não estamos ambos envolvidos.

O segundo sinal, é que fazemos experiências

culinárias DELICIOSAS!

Em casa ou na rua pecamos juntos sempre acompanhados

de um ou dois copos de vinho,

e digo-vos uma coisa,

eu mesma tenho 5 kgs que adoraria perder,

mas as nossas aventuras gustativas

são momentos de diversão e sabor

que não quero abdicar.

Apetece-nos e vamos!

 Nunca gostei tanto de partilhar uma refeição como com ele, o prazer de  preparar ou experimentar um prato novo; o sentar-me à mesa na sua companhia, o sabor e a satisfação com que comentamos o palato, é algo que não troco por tanque algum!

Marmitar e pesar a comida não é para todos, exige esforço, foco e dedicação, mas essa rotina apazigua qualquer vontade.

E eu acredito que quem junto BEM come, junto BEM fod3!

Aquela “barriguinha” dá mais calor ao meu coração

do que alguma vez tive.

Não é a gordura que me aquece,

mas sim o que vive e está dentro dele.

É um homem perfeito no que toca a amar-me,

o melhor cozinheiro do amor

não há nada que mudasse na sua fisionomia

para o querer ainda mais… porque mais, é impossível!

 

Tratar de nós mesmos é importante,

E juntos vamos embarcar numa nova aventura:

Vamos juntos para o ginásio.

Porquê?

Porque temos planos que nos exigem preparação física

E a saúde é importante.

Mas não é uma decisão com base no tamanho da barriga ou das coxas,

Porque aos olhos um do outro,

E falo com segurança pelos dois,

Somos mais que apetecíveis…!

 

Quem ama pelo corpo não ama por muito tempo,

A conexão deve ser invisível e estar debaixo da pele,

Nos cheiros que se reconhecem e no calor que apetece e nunca nos cansa…

Não leias isto como se eu dissesse que a beleza não importa, porque importa. Se tu vês feio não vais amar o feio. Por isso é que somos todos diferentes, os padrões de beleza são individuais.

Sempre ouvi a minha mãe dizer:

“quem feio ama bonito lhe parece e é verdade.

Tu já viste tanta mulher bonita com homens fora dos padrões das revistas e o inverso também!

Também elas gostam de observar aquele ator ou amigo do ginásio, mas não são os homens por quem se apaixonam e escolhem amar TODAS as noites. 

Os homens reais sim, são homens amáveis. São palpáveis e envolventes. Têm humor, quebram regras e rotinas. Surpreendem e fazem-te viver! Este sim, é o verdadeiro padrão de beleza!

Vizinha #69Letras

Deixar uma resposta