Poder às palavras

Mas afinal qual é o poder que se dá às palavras?

 

Na minha opinião, nunca esquecendo claro que não passo duma mera mortal entre os outros mortais, dá-se demasiado poder aos pequenos rabiscos.

Aos meus olhos, são as ações bem mais poderosas.

As ações definem posições.  

 

Basta um pequeno gesto para sabermos a posição de alguém. Seja a favor ou contra. seja pela esquerda ou pela direita.

Enquanto que as palavras podem nos iludir. ” Tens toda a razão mas …”

As ações não deixam margem para duvidas.

 

Um toque hostil jamais é confundido com um toque de ternura. Ninguém toma um murro no estômago por um beijo.

Enquanto que as palavras iludem-nos os sentidos com falsas interpretações ou mentiras. ” Gosto tanto de ti como o sol, que até me custa olhar de frente.” Já ouviram com certeza…

As ações não têm segundas intenções.

 

As palavras obrigam-nos a refletir e a desconfiar. Nunca se sabe quando alguém nos diz a verdade. Nunca se sabe se o cinismo e a hipocrisia nos espreitam atrás de palavras de carinho e conforto. ” Só quero a tua amizade… ” basta descobrir, em troca de quê.

Mas na vida não há preto ou branco. A vida é tão mais complexa…

A vida rege-se por palavras de engano comutadas por ações de bravura de tão poucos.

Faz sentido? Não. Mas nesta vida já nada me faz sentido.

Palavras vão e vêm e somente ficam as ações.

Mas não pensem que eu não gosto de palavras… também gosto.

Gosto daquelas que me libertam e que chegam até ao coração daqueles que eu quero bem. Eu uso as palavras muito claramente e sem sombra de duvidas. Menina mimada para uns, eu diria frontal e uma afronta na cobardia doutros.

©Miss Steel 69letras 2017 

 

Deixar uma resposta