Não há meio de ganhar um rumo sem ti…

Do que mais tens saudades…?
Eu tenho de ti, de mim, de nós.


Tenho saudades da mulher incrível que me ensinou a amar de corpo e alma.


Estou desacreditado…
Do mundo, da vida, de mim.
Não há meio de ganhar um rumo sem ti, já nem sei se sou eu que não quero, se não sou capaz ou se porque simplesmente ainda não chegou à altura.
Os anos passam e eu mantenho-me aqui, fiel ao amor que te tenho, a transpirar-te por todos os poros existentes em mim.


Doí-me tanto a alma, doí-me tanto não saber de ti…
Não há palavras para explicar este vazio maior que eu.


Um dia perco a cabeça e a pouca dignidade que me resta e vou ver-te mais uma vez…
Vou abraçar-te, mesmo que contra a tua vontade, e fazer-te ouvir o desespero do meu coração.


Vou fazer renascer este amor… ou matá-lo de uma vez!


SilentSoul #69Letras

Deixar uma resposta