Modas impostas

| Devaneios de um MauFeitio |

Realidades estranhas do mundo em que vivemos, ando meio adoentado e por vezes perco-me em pensamentos completamente idiotas, ontem um dos meus pensamentos idiotas foi a moda, eu sou aquele género de pessoa que compra roupa de dez em dez anos, geralmente a roupa deixa de ter qualquer apresentação para ser usada, mas ainda assim, serve para mais uma vez, e durante o ano passado, tentei comprar roupa, eu sou um homem grande, estou um pouco gordinho é um facto, nos meus queridos 1,86 de altura com os meus módicos 95 quilos, não me considero assim pró gordo, mas por exemplo detesto roupa que me fique justa, sou um homem grande que sua bastante e andar com roupa molhada justa ao corpo, odeio simplesmente, acontece que no ano passado tentei comprar roupa, num conhecido outlet como lhe chamam agora, no Odivelas Strada Outlet, e a coisa que me fez mais confusão, é que até havia coisas que gostava, mas os números que tinham segundo disseram são números 46 europeu, que equivale a um 42 americano, algo assim do género, roupa para anões, e note-se, eram as ditas roupas de marca, gostei dos tons, do corte, gostei de tudo, menos do tamanho máximo, e ter de ouvir funcionários a recomendar que eu fosse a lojas para gordos, epa, aquilo bateu-me cá dentro, 1,86 por 95 quilos é ser-se gordo?

Fui que remedio há única loja que tem roupas para o meu tamanho a conhecida C&A, mas detestei os padrões, os cortes, as cores, e sim tinham roupa para o meu tamanho, mas também tenho gosto pessoal, ou será que sou obrigado a vestir o que os outros querem e a sentir-me mal com o que os outros querem que eu vista? Já não me chega ser forte, ainda tenho de vestir-me mal porque os outros assim o querem… Podia sim ir a um alfaiate fazer tudo por medida, mas não sou rico, para ter roupa ao meu gosto feita por medida.

Eu acabo por comprar o que mais ou menos gosto, mas não o que adoro, o que me dá ansias de comprar, de usar, compro o que se pode… Infelizmente o mundo dá as tendências da moda, mas quando se é um pouco maior, não é o mundo que nos dá as tendências, é mesmo comprar o que se pode, e não interessa se é bonito ou fica bem, interessa sim, que é para o tamanho que se quer usar…

Isso faz-me sentir vergonha de ser gordo no que há sociedade diz respeito, para eles sou gordo, para eles tenho de me vestir mal e gritar ao mundo sou gordo e não tenho gosto em vestir-me… Sinceramente que se fod* o mundo, que se fod* a moda…

Sou o que sou e visto o que visto… E sempre posso dar uma de Hulk, ir a uma loja de marca, escolher a camisa mais pequena que lá tiverem e inchar o peito… Depois ponho a culpa da camisa rasgada no Hulk que existe em mim e exigir que passem a produzir roupa para pessoas comuns, afinal eu sou uma pessoa comum, e não sou gordo, sou ligeiramente forte…

Carpe Diem

MauFeitio #69Letras

Deixar uma resposta