Desejos destilados a vapor…

Estava a remexer nas minhas caixas e encontrei um voucher. Um dia no SPA! Olha, era mesmo isto que precisava… Mas de onde apareceu? Ah, prenda do amigo secreto na empresa… Acho que ele queria dizer alguma coisa com esta prendinha…

Sim Vicky, precisas relaxar…

Liguei e tive a sorte de conseguir marcação para esse mesmo dia. Preparei-me e fui… Aproveitei a limpeza de pele, manicure, pedicure, massagem com óleos e pedras quentes… Tudo o que tinha direito… Foram horas em que me esqueci de todos os stresses, todas responsabilidades… Obrigada colega!

Para terminar em beleza, fui para a sauna. Encostei-me num canto e lá me deixei a destilar um pouco… Reparei que havia pouca gente e fechei um pouco os olhos. Quando voltei a abri-los notei que estava sozinha, ou aparentemente sozinha…

Seria discreta… encoberta pelo vapor, toquei-me por baixo da toalha que era a única coisa que tinha sobre a pele… era o epítome do relax… Um orgasmo… Fui lenta, subtil, como se me estivesse a descobrir… A imaginação voou ao clichê de aparecer um corpo escultural pelo meio do vapor e ajudar-me naquela demanda pelo alcance do prazer… O ritmo aumentou, a cadência do toque também… Atingi um orgasmo… Daqueles que sabemos… Ainda estava a recuperar o fôlego e a recompor-me, de olhos fechados quando ouço uma voz familiar que se aproximou leve mas carregada de segundas intenções.

“Lembra-me de fazer batota este ano… Se for para ter uma visão destas, quero ser o teu amigo secreto outra vez…”

Corei, sorri… Quando abri os olhos, ele já se tinha ido…

Preciso de mais dias no SPA…

 

#VickyM

#69letras

Deixar uma resposta