Amor e Ódio…

Não há passado que se sepulte sem o seu luto e tu teimas em não permitir o meu.
Falta-me a derradeira conversa, tu sabes-o tão bem.
Acredito que a ti também falta.


Tenho para mim que ainda estás perdida entre o ódio e o amor que me tens.


Se por um lado me odeias e achas que sou passado, por outro não consegues exterminar todas as ínfimas hipóteses futuras de um voltar, pelo eterno amor que ficou.


É… Por mais que não querias aceitar, tu sabes que amor como o nosso só se tem uma vez na vida.


Que muito dificilmente voltarás, tal como eu, a ter aquele brilho.
Que outro jamais ocupará o meu lugar e será o teu Sol, nos dias cinzentos.
Podes negar-me todas as conversas, fugir o quanto quiseres, evitar situações propícias a reencontros, mas meu bem, eu acredito que a nossa vida é feita de ciclos que se vão repetindo, trazendo-nos de volta situações por resolver e nós meu amor, vamos certamente voltar a cruzar-nos, nesta vida. Tenho certeza disso.
Até lá, sê feliz, que isso só por si só já me acalma o coração descompassado que trago no peito.


SilentSoul #69Letras

Deixar uma resposta