Ambos sabemos o que queremos!

Abro lentamente os estores do meu quarto, na certeza que te irei contemplar mais uma vez, como tantas outras…
Acendo um cigarro e olho para ti…como acontece todas as noites…
Timidamente (como sempre o fazes) retribuis o olhar.
O teu olhar é imponente! Capaz de deixar qualquer homem receoso de te abordar.
No entanto, entre nós existe uma empatia, uma simbiose perfeita!
Quando estamos juntos, somos um só!
Sempre foi assim!
Claro que nem sempre tivemos bons momentos, mas os bons superaram (e de que maneira!) os maus!
Por isso continuamos juntos!
E continuaremos!
Até tu quereres! Até eu querer!
Olhando para ti, imagino todos os momentos que tivemos juntos…
O teu toque frio que me faz estremecer de cada vez que a ponta dos meus dedos te sentem…
O calor que emanas de cada vez que estamos juntos e decidimos ultrapassar os limites!
O toque do cabedal que te ornamenta, cuidadosamente bordado só para mim…
Não consigo tirar os olhos de ti e de ti tenho a mesma reciprocidade!
Como foi possível estarmos afastados 1 ano?
Tantos dias, tantas noites a pensar em ti…em nós…
Mas para teu conforto, sabes bem que ligava várias vezes por semana, para saber como estavas. Como tudo estava a correr…
E ansiava o dia de podermos estar juntos de novo!
Assim como sei que tu ansiavas também o dia de me sentires contigo!
Voltaste para casa!
Com as lágrimas nos olhos, recebi-te de braços abertos!
Ficaste no mesmo lugar de onde neste momento, quase terminando o meu cigarro, te admiro!..
No meu coração, sempre estiveste! Nunca de lá saíste!
Apago o cigarro e olho uma última vez para ti…
Não aguento!
Nem tu!
Sorrio!
E tu, com esse teu ar duro e selvagem, retribuis o sorriso!
Ambos sabemos o que queremos!
E o queremos sabemos que vai acontecer!
Não conseguimos esperar pelo dia de amanhã!
Pisco-te o olho, com um sorriso malandro nos meus lábios!
Os tremores no estômago voltaram a assolar-me e as minhas mãos tremem!
Fecho a janela!
Visto o casaco de cabedal e desço as escadas do prédio a correr!
Aqui me tens, diante de ti!
As minhas mãos, suavemente, acariciam-te o cabedal…
Seguro-te firmemente a traseira e de uma só vez, monto-te!
Coloco o capacete!
Chave em modo “on” e botão “start”!
O rugido dos escapes ecoam por toda a vizinhança!
Eu e tu!
Minha namorada de 375kg de puro aço e adrenalina!
Juntos de novo!
Vamos embora! A estrada é tua!
A noite é nossa!

7thSin✟ 69 Letras® 05.02.2017

Deixar uma resposta