Alma nua

Queimo só de imaginar …
o teu corpo no meu ,
Febril e molhado de desejo .
Amo quando tocas os meus cabelos
O meu pescoço… e me beijas ..
Quando os teus dedos irrequietos e gélidos
percorrem a minha pele ,
Rebuscando húmidades minhas
Provocada pela tua tesão .
E sentes em mim a louca vontade de ser possuída  Ali mesmo…
O teu olhar brilha só de conseguir ler o meu desejo.
Eufóricos …
aos beijos e toques ,
Só queria sentir o teu calor no meu corpo .
Debaixo da água fresca do duche …
Que molha e refresca a nossa pele suada !
Arrepiada da água que escorre por mim,
Sento no teu colo ..
Enxugo o teu rosto
Com as minhas mãos ,
Bebo o teu corpo , ao milímetro
entrego-me aos teus desejos,
Num intenso momento , nosso !
E nossos corpos ali mesmo ,
Deliciam-se e entregam-se
Vezes e vezes sem parar …
Ali …
Sob a água que cai e que
nos vai acalmando os sentires ,
repondo o ar …
Os sentires meus que perpetuam no meu pensamento ,
A falta de ti..
São momentos meus …
E eu só queria sentir a água a arrefecer meu corpo…
Queria mergulhar …
submersa não lembraria nada ,
Como se a água me lava-se o pensamento!!
E eu choro através dos dedos procurando uma solução para este aperto.
O sentir já não precisa de vestimenta…
Nesta altura da vida , o sentir é nu,

….o suficiente para se ver a Alma nua…

©My sighs 2017 #69Letras

Deixar uma resposta