O nosso Reino…

“Era uma vez um Cavaleiro com uma linda armadura e uma Princesa, que moravam num reino longínquo…”

Quantas vezes, enquanto pequenos, nos sentávamos no chão à espera que se desse início à história que por norma era assim iniciada?

É verdade, histórias de encantar que nos deixavam deleitados e por vezes com as lágrimas nos olhos e com um infindável rol de perguntas que com muita paciência os nossos pais tentavam esclarecer.

Crescemos e os contos de fadas começam a ficar por terra.

Trabalho, família, amigos, responsabilidades, enfim, tudo isso nos faz esquecer um pouco a infância feliz que tivemos.

No entanto, em cada um de nós existe uma réstia desses momentos.

Em cada um de nós ainda existe uma Princesa que teima em sacudir o pó do vestido acumulado desde o tempo de menina em que aguardava que chegasse o seu cavaleiro de armadura brilhante. E ao sacudir, acaba por vesti-lo e sentir-se de novo dentro do seu conto de fadas!

Em cada um de nós ainda existe o bravo Cavaleiro de armadura brilhante montado no seu corcel em socorro da sua amada Princesa!

Hoje tirei a minha armadura do armário! Meu Deus, que ferrugenta está! Agarro num pano e começo a limpá-la. E com isso, começa de novo a brilhar! Está linda! Pronta para ser usada nesta viagem tantos mil quilómetros!

Quanto a ti, pega no teu vestido, sacode-lhe bem o pó, coloca a tua tiara de brilhantes e veste-te Princesa!

Afinal de contas, ainda podemos viver o nosso conto de fadas! Aquele pelo qual esperámos uma vida inteira!
Página #69. O Livro do Destino abriu-se para este conto de fadas poder ser lido!

Sentem-se por favor, peço silêncio, olhos e ouvidos bem abertos!

“Era uma vez, um Cavaleiro e uma Princesa que ansiavam o dia em que finalmente se iriam conhecer…”

7thSin✟ 69 Letras® 04.02.2017

Deixar uma resposta