Neste jogo, mando Eu…

| Conto Erótico | Maiores 18 |

 

Hoje mando eu neste jogo… Tu fazes o que te mando… Mas não te vou mandar…

Vou apenas olhar para ti… Vou deixar que os meus olhos te digam o que quero que me faças…

Não precisas de adivinhar pelo primeiro toque quando chegas perto de mim, sei que não vais perceber nada ao inicio, por tal me deste as boas noites e apenas peguei na tua mão e toquei nos teus lábios com os meus, apenas aquele toque…

Nada te disse, nada te respondi… Os teus olhos fixaram-se nos meus… A linguagem do meu corpo dizia-te quase tudo…

Olhos nos olhos me beijaste, já não foi um toque, foi algo mais intenso, arrebatador, quando me procuraste contra ti, quando de uma forma quase selvagem me empurraste contra a parede, com os teus lábios contra os meus, a tua língua atrevida, depressa sussurraste ao meu ouvido que não iria ouvir mais a tua voz, apenas… Os teus gemidos…

Trincaste a minha orelha… Beijaste, revolta meteste a mão nas minhas calças, seguraste vigorosamente o meu sexo, que ficou mais duro do que já estava, voltaram os beijos, as provocações, sem palavras…

Mesmo quando decidi ter o controlo… Quando te empurrei contra a parte de trás do sofá, te virei de costas para mim e segurei os teus pulsos com as minhas mãos, sentir aquele movimento de ancas contra o meu corpo, como que oferecendo o teu corpo ao meu prazer, sevícias, desejo, tesão…

Vontade incontrolável de te possuir ali mesmo…

Libertei uma das minhas mãos e aconcheguei as tuas nádegas ainda tapadas, vigorante te dei uma palmada, como que assumindo o controlo… A bela da palmada, estrondosa, vigorosa, depois, segurei os teus cabelos e puxei-te para mim, mordisquei o teu pescoço lentamente, sei que isso te deixa louca, com mais vontade…

Mordisquei as tuas orelhas como me fizeste a mim antes, libertei os teus cabelos, libertei o cinto das tuas calças, soltei o botão e deixei elas deslizarem tuas pernas abaixo… De seguida, sem contemplações dei outra palmada, mais forte, mais tensa, mais marcante…

Fome de ti… Tenho muita…

Afasto as tuas cuecas e toco-te no sexo, quente e húmido, mordisco o teu pescoço como se quisesse deixar-te ainda mais louca, os meus dedos brincam com o teu sexo, liberto por fim as tuas mãos, os teus braços da posição ingrata, tu dobras sobre o sofá, ofereces-te a mim, para te possuir ali mesmo, mas ainda não estou satisfeito, seguro os cabelos novamente, puxo-te para mim, quero mais de ti, viro-te para mim, rebento com os botões da tua camisa, faço cair o soutien e vejo os teus mamilos duros, sorvo eles nos meus lábios, toco neles com a minha língua, saboreio, levanto a tua perna sobre o sofá, chego-me a ti, toco com os meus lábios nos teus e encaixo-me em ti…

 

NMauFeitio #69Letras

Deixar uma resposta