Mais uma marca no tempo

Maiores de 18 |    

Absorta, única, solta na minha selvajaria, livre de tudo… Assim sou eu contigo.

O olhar de quem se deixou ontem, a fome de quem não se vê há anos… Conheço-te, conheces-me e é sempre novo…

Vamos apimentar, hoje vamos realizar fantasias…

Visto a lingerie mais sexy que tenho, daquelas que não dá vontade de despir nunca, as meias pelas coxas e… Com o vestido preto, eu nunca me comprometo… Solto os caracóis e adorno orelhas e pescoço de forma elegante mas simples, já sei que se tornar quente e selvagem…

O ponto de encontro é comum, bem como o destino, que não importa… As habituais carícias, sorrisos e olhares trocados no caminho e a ansiada chegada… Aquele espaço/tempo contado e desfrutado ao segundo… Já sei o que queres hoje… Vamos cumprir o plano… Pelo menos desta vez…

O olhar… Já sei que vens com a sede… Beija-me… Oh… Esse beijo que me toca no corpo todo e me despe… E as mãos… Essas dançam por mim como um par de tango que dança junto desde sempre… Mata a saudade das nossas bocas!

Sinto as mãos a levantar o vestido. Anda, sente tudo, é para ti! Alça a minha perna. Deténs-te alguns segundos na renda das meias e sobes. Não pares de me beijar! Sente o pescoço, já ferve. Puxa o meu cabelo e expõe o meu peito despido. Saboreia-me… Oh, a língua que vai do limiar dos meus seios e só pára para me beijar outra vez…

Interrompo o beijo para me ajoelhar perante ti e te oferecer a visão da minha boca a engolir o teu sexo inteiro… Chupo gulosa, adoro esta sensação de te ter duro em mim… Chega! Subo e beijo-te… Outra vez!

Giro nos teus braços e ofereço-me como mais gostas… Debruçada, exposta na totalidade, húmida, quente…16425247_1333563946666414_283152210_n (1)

Debruças-te sobre mim e cheiras-me enquanto me tocas… Isso é mais que suficiente para me fazer delirar, mas já conheço o teu requinte de malvadez… Eu, rendida, prostrada e tu de joelhos a saborear-me toda… Dedos de um lado, língua do outro e alternas… E eu viajo no orgasmo que não acaba.

Sinto a palmada. Acordo por instantes do transe… E de novo me presenteias com o castigo mais doce que te conheço…

O teu pau guloso, delicioso e me preenche na perfeição… Essas mãos nas minhas ancas. Eu ainda vestida e os saltos a fazerem o trabalho de me equilibrar na perfeição, direitinha para ser penetrada sem qualquer esforço…

Venho-me uma e outra vez, lembro-me que foste tu quem me fez saber o que são orgasmos múltiplos e a onda que vem com mais força arqueia a minha coluna e faz-me encostar a cabeça ao teu peito nú, o que leva a tua mão ao meu pescoço em reflexo..Sabes bem que adoro quando verbalizas o objecto do teu prazer… Gemes o meu nome… um Vicky quase gutural… Por instinto, alcanço o teu pescoço e uno as minhas costas com o teu peito e beijo-te… Desta vez de forma mais sensual mas ainda de toque animal… Aproveitas a minha doçura e atiras-me de quatro, finalmente na cama… continuas as deliciosas investidas e abres-me o vestido.. Eu sei como adoras a visão das minhas costas nuas enquanto me possuis… O vestido cai e expõe os meus ombros e costas aos quais te lanças envolvendo-me naqueles abraços dos teus, enterrado em mim até à alma. Trabalho as ancas enquanto te sinto e desfruto dos teus abraços e carícias…

Abranda, respira e inspira este momento que é único, todos os nossos momentos são únicos…7d4942ca6ba83f64eaeb1cac218acfb0

Livramo-nos finalmente do vestido…

Sem olhar na minha cara penetras-me outra vez, ali no limiar e voltas a ti, olhando-me nos olhos quando te envolvo com as pernas pedindo que não pares nem fujas… É bom demais!

Contemplas-me como se fosse a primeira vez e sentas-te encostado na cabeceira da cama. Eu sei que queres que te monte. Danço como uma gata até ti e faço-te a vontade.

Algo na maneira como me olhas faz-me sentir gloriosa, quase uma deusa quando te faço meu, quando te prendo no meio das pernas e te faço sentir, devagar, o quão perfeitamente me enches, quão perfeito é o nosso encaixe!

E invisto, já louca, já possuída pela luxuria, numa dança demoniacamente deliciosa…

Deita-te! Vais ter aquela visão, eu sei que a queres e eu quero-te todo meu, beijar essa boca enquanto cavalgo, percorrer o teu corpo delicioso com as mãos, torturar-te os mamilos, ver-te delirar, sentir-te simplesmente…

remarkablelover_sexy-couple-bw-tallSim, eu sei que estás no limite, sinto-o no pulsar dentro de mim, nos teus gemidos e nesse sorriso que é só nosso… Aguenta, só mais um bocado… Aguenta… Estou quase…

Gozo e fico fraca, pernas e alma. Essa esvaiu-se de mim… Seguras-te dentro de mim e eu reúno forças e brinco mais um pouco…

Estás quase a explodir… Saio de ti…

Sabemos bem para onde vai esse orgasmo e ainda assim vejo o quase desespero do teu olhar quando a brisa atinge o teu sexo outrora quente e coberto do meu mel… Calma…

Chupo, saboreio o nosso prazer, ataco bolas e períneo só para te ver estremecer e volto a chupar até te sentir quente, doce e abundante na minha boca… Não paro, absorvo o teu gozo que se prolonga além do jacto e, sorrindo, encaixo-me no teu peito… Repouso e deixo-te repousar. Um nirvana momentâneo.

Mais uma vez inalo o teu cheiro. Tudo o resto eu conheço de cor, tu olhas-me uma vez mais nos olhos e sorris. Passas a mão no meu rosto e abres ainda mais o meu sorriso… Ambos inspiramos e abraçamo-nos…

“Oh, então e as cordas? A gravata?”

“Oh, achas que me lembrei? Tu distrais-me…”

“Oh, ok, uma fantasia de cada vez…”

Temos tempo de voltar… vamos voltando e querendo mais…

Fiquei com a música de fundo… Body and Soul na voz de Tony Bennet e Amy Winehouse… Mais uma marca no tempo… Das nossas…

#VickyM

#69letras

Deixar uma resposta