Do Amor e do desejo…

Do Amor e do desejo…

 

O Amor tudo quer possuir, perpetuando o querer do corpo e da mente, quer durar eternamente, com tudo que daí possa advir, seja bom ou mau ou sem sentido, que nunca conseguirá ser definido, esse querer tão desmedido, infinitamente por nós sentido.

É fogo que teima em não se extinguir, alimenta-se de gestos e atitudes, das fraquezas e das virtudes, onde se tornam os dois prisioneiros, protegem-se por serem tão verdadeiros, numa vontade eterna de cuidar, um ao outro saberem preservar.

O desejo porém é fogo que nos consome, alimenta-se dos corpos que se rendem, nada nem ninguém os impedem, de se entregarem sem Amor e sem pejo, ao infinito calor de um beijo, a toques e carícias, carregados de malícias, completamente rendidos ao desejo.

Extingue-se porém rapidamente, esse desejo luxuriante e urgente, quando acaba o prazer da descoberta, de corpos que se deitam em parte incerta, agem somente por impulso, fruto de sentimentos avulso, que só deixam marcas na pele, e na boca um gosto de fel, pois não fica nada para preservar, só memórias de noites de encantar.

Miss Kitty #69Letras

Deixar uma resposta