Devaneios de novo ano

| Conto Erótico | Maiores 18 |

 

Ano novo… Vida nova… Dizem… Velhos hábitos… As mesmas necessidades… Mas mesmas loucuras… Vontades… Todos anos vamos mudar algo para o ano seguinte… Eu certamente que irei tentar mudar… Mais sexo… E vou adicionar a isso… Mais sexo… E como não me vai chegar só isso… Mais sexo… Mais tesão… Mais orgasmos… Ano novo… Vida nova… A minha vida resume-se facilmente… Vivo para o trabalho… E escrevo para ser louco… O resto da vida… Vai-se vivendo… Sei que não sou o único… Existem milhões de pessoas assim… Que se esquecem que existe um mundo lá fora… Existem pessoas… Existem fantasias… Existe… Sexo…

 

Estou farto de andar com fome… E não é de comida… Este ano… Hoje é o primeiro dia do ano… Mas amanhã… Vou mudar de atitude… Vou comprar uma gaja… Hoje em dia vende-se tudo… Vou comprar uma gaja para me satisfazer os apetites e as necessidades… Eu sei… Vocês estão a pensar que endoideci de vez… Epa… Sim… Vou comprar uma mulher daquelas que se dá ao pé na bomba e elas enchem-se… E quando um gajo tiver satisfeito… Bom… Tira-se o ar e o problema esta resolvido… As mulheres dizem que pelas cem gramas de carne são obrigadas a gramas com o restante porco… Pronto… É quase o mesmo… Nós homens… Levamos o principio da reclamação… Quando as mulheres começam a reclamar… Não se calam… Assim é mais fácil… Abre-se a válvula e é ver a gaja desaparecer na nossa frente… E podemos ser mais radicais… Podemos rebentar com ela… Ela só faz um enorme pum… Mas plástico???

 

Não se sente o cheio o sexo acabadinho de fazer… Não cheira a pele… Não geme… É uma gaja em que o gajo tem de lhe fazer tudo porque ela não se mexe… Não dá luta… Não faz guerras de almofadas… Não arranha… E sim… Sou tarado… Alguma reclamação? Arranjem uma pedra de gelo só para vocês e escrevam os vossos pecados nela… Eu sou eu e escrevo estas maluqueiras que vocês fazem questão de ler com um sorriso de orelha a orelha… E agora eu penso para mim… Quem vai ler esta merda?? Não é um conto erótico… Eu ainda não percebi bem porque estou a escrever isto… Não estou de ressaca… E alguém vai ler e provavelmente vai deixar de me ler porque me deu na pinha para escrever algo para encher presuntos… Bom… Sempre posso intitular de desejos de ano novo… E seguir em frente… Se vocês procuram um conto erótico… Bom… A CMTV passa filmes eróticos daqui a umas horas… Pois, eu sei… Nem todos têm cabo… Umas meninas precisam de um cabo que dê bons canais… Outras preferiam um cabo que fizesse uns filmes mais calorosos nesta noite fria… Bom… Eu tenho cabo e falta-me as curvas que gemam… Que mordam… Que arranham… E sim, isto sou eu que escrevo… Já disse… Arranjem a vossa pedra de gelo… A minha pedra de gelo com os meus pecados eu uso onde eu quiser e com quem eu quiser… É um pouco como a minha palmada… Só uso em quem eu quiser e a quem eu achar que mereça… Afinal a palmada é aquela sensação que provoca coisas nas mulheres… Que não são de plástico…

 

NMauFeitio #69Letras

Deixar uma resposta