Amor e flocos de neve

Teu amor foi como uma tarde soleira num dia de inverno. Espalhaste calor e luz na frieza da minha vida.
Nesta entrega total e recíproca dos sentidos fui feliz.
Não me incomodava o frio que se fazia sentir pois o meu inverno era quente e aconchegante com lareira acesa e boa companhia.
Tinha-te na minha vida e tudo fazia sentido.
Mas o vento mudou. Os flocos de neve derreteram-se na palma da minha mão e vi-te desaparecer sem nada poder fazer.
O meu boneco de neve agora não passa duma memória de tempos mais quentes.
A lei do imediato foi mais forte que nós.
Mas foi tão doce como uma gelado numa tarde de Verão. Arrepiante como um cubo de gelo a deslizar pelas costas abaixo debaixo dum sol imenso.
Sim. O nosso inverno soube a Verão. E como todos os amores de Verão, curtos mas inesquecíveis.

©Miss Steel 69letras 2017 

Deixar uma resposta