Amigas de patins

Hoje, como todas as manhãs, acordei energética!
Os meus pés antecipavam-me os passos e as ancas irrequietamente balançavam.
Apetecia-me algo…
Apetecia-me algo bom.
Bonbons engordam, por isso calcei os patins e sai porta fora patinando até ao apartamento da vizinha mais doida a seguir a mim. PDA!!
– Steel nem sonhes!
– Bora lá PDA!
– Já não patino desde os 8 anos. Vou cair um malho e ficar toda negra.
– Até que precisas de um bocadinho de cor…
– Mas não no meu rabo Steel!
– Olha que um rabo perfeito como o teu com uma nódoa negra, era motivo para ires ao médico. Por falar nisso, tens visto aquele médico que andavas doida para…
– Ok, convenceste-me!
– Vês? Eu sabia que precisavas de cor na tua vida!
– Só espero que o tralho valha a pena!
E lá fomos nós, armadas em patinadoras artisticas pela estrada fora.
E o tralho aconteceu. Uma vez, duas vezes, três vezes…
Após varias quedas de ambas as partes, fomos ter à praia.
– Steel pára aí um bocado para descansar.
– Bolas, dói-me tanto o rabo. PDA, também tenho os joelhos todos esfolados!
– Mas vai valer a pena! Ganhei pretexto para ir ao tal médico! Obrigado Steel!
– E eu agradeço-te a ti.
– Porquê? MissSteel, também planeias ir ao médico bom?!?
– Não! Mas as gargalhadas que demos juntas valeram ouro.
– Ohhh que querida.
– E alem disso, não engordei!
– Não engordaste? O que estás para aí a dizer?
– Se eu não tivesse vindo contigo patinar, tinha comido bonbons!
– Porquê?
– Porque me apetecia algo bom! Dahh!!
As amizades salvam gordurinhas nas ancas! E atribuem algumas nódoas negras tambem…

MissSteel#69letras

Deixar uma resposta