Vejo-nos

Sabes, eu vejo-nos a envelhecer juntos. A sério que vejo!
Vejo-nos a passar tardes sentados na varanda… Eu a fazer crochê e tu a ler um livro, com o gato a roubar-me a lã e o cão a dormir serenamente no chão ao teu lado.
Vejo-nos a ver o pôr do sol de mãos dadas, com a minha cabeça deitada no teu ombro, sabendo mais do que nunca apreciar o silêncio do nosso amor e a beleza da natureza.
Vejo-nos deitados na nossa cama, ou até no sofá a conversar horas sem fim. A relembrar os nossos beijos escondidos, o teu atrevimento quando eu era tão envergonhada e me fazias corar só de falar comigo.
Vejo-nos a rir à gargalhada a relembrar as nossas loucuras. As coisas que nós fazíamos para estarmos mais tempo juntos, as coisas que nós fazíamos diante dos outros, sem ninguém perceber…
Vejo-nos a ir passear abraçados, desfrutando do tempo que nos foi roubado enquanto éramos jovens. Vejo-te a roubares flores num jardim qualquer para me dar e para me pôr no meu cabelo, por essa altura já bem branquinho.
Vejo-me a ajeitar-te o casaco e a recomendar-te para te portares bem, antes de saíres para ires ter com os teus amigos.
Vejo-me a adormecer bem juntinho a ti, como sempre fizemos. Vejo-te a continuares a ter umas mãos atrevidas enquanto tento adormecer. Eu sei que a idade não te vai tirar o fogo que existe dentro de ti e muito menos o que existe dentro de mim. Vamos ser velhos, mas vamos continuar a amar-nos e a ser como somos hoje quando estamos juntos – doidos um pelo outro.
Vejo-me a olhar para ti como hoje. Como mais ninguém olha… Com o mesmo amor, respeito e carinho.
Vejo-nos a ser sempre parte um do outro.
Sempre assim foi e espero que sempre assim seja!

Raio de Sol | #69Letras


Deixar uma resposta