O teu toque

O teu toque faz-me sentir que temos um destino cruzado. Não é algo demais mas sinto, penso sobre isso ao ponto de me torturar, massacrar. É um desejo enorme, ardente, que me torna cego.

Não seria suposto isto acontecer. Conseguiste tornar-me vulnerável. Vulnerável a ti.

Ganhaste a minha confiança e espero que não brinques com isso. Não me magoes. Não vais querer fazer isso.

Por alguma razão eu era fechado, frio, distante, retraído. É a minha forma de ser, como decidi ser.
Se me sentia bem em ser assim? Sim. Sentia-me forte, preparado para enfrentar as coisas da vida.

Porque me tornei assim? Porque antes de ti, já alguém me tinha feito mal. Onde tudo foi destruído, possivelmente uma vida.

Não importa pormenores, a verdade é que brincaram com meus sentimentos e com isso ganhei uma espécie de necessidade de vingança. Não da pessoa que me fez mal, nem de alguém à minha volta. Em mim.
As coisas aconteceram porque eu permiti. Entre ignorar e acreditar demais existiram muitas outras coisas que deixei que acontecessem. Por isso, conseguiste o impossível. Mexer comigo ao ponto de te oferecer uma oportunidade, uma chance, eu. Não me lixes. Mas uma coisa é certa, há qualquer coisa no teu toque que me faz sentir tudo isto. Talvez seja um aviso, ou Nós.

Eu desejo-te e disso não tenho dúvidas.

© 100 Modos #69Letras 2016

Deixar uma resposta