Farinha a mais

Muitas das vezes a MissSteel perde-se na cozinha. E quando eu falo em perder-se, é mesmo no sentido literal da palavra.
Ora se corta, ora parte pratos, ora fica entalada nos armários, enfim.
Cozinhar com a MissSteel não é de todo aborrecido.

Adoro fazer biscoitos! E depois distribui-los pela vizinhança melhor ainda!
Hoje vou fazer algo simples! Biscoitos de manteiga!
Ora bem preciso de farinha! Mas onde raio pus a farinha? Ah ja sei! Na prateleira mais alta entao pois! Que treta, nunca chego às coisas lá em cima! Steel vai buscar a porra dum banco, Steel empoleira-se e Steel cai redonda no chão coberta em farinha!
E já começam os disparates! Deusa do caos…
E nisto tocam-me à campainha.
-Quem é?
-Bom dia Steel! Estás na cozinha?!
Era só metade da vizinhança à minha porta. Mas que raio? Decido abrir a porta.
-Steel…aahhhhhhh! Credo!! Fantasma!
-É só farinha pessoal! Assustam-se com tudo! O que vocês querem?
-Ouvimos um estrondo vindo da tua casa e calculamos logo que estivesses na cozinha!E se estás na cozinha numa grande azáfama, já sabemos que vai sobrar qualquer coisa deliciosa para nós!
Diz o 7th Sin já a lamber-se todo! Caramba que o rapaz é guloso.
-O que é desta vez querida?
Pergunta-me a Marie chegando-se à frente.
-Pessoal, ainda nem comecei. São biscoitos de manteiga. E acalmem-se que quando eu acabar, distribuo por vocês todos!
-Nada disso! Nós ajudamos-te! Antes que partas uma perna ou assim…
-Tão engraçadinho Vizinho! Mas ok, se insistem em ajudar-me…
E depressa me arrependi! Tinha a cozinha cheia de gente, farinha por todo o lado e juro que ouvi gemidos vindos do quarto! Estes 69ers são terriveis! Par a par lá iam desaparecendo…
Um calor instala-se na cozinha pois com tanta gente e o forno ligado, não tive outra solução senao despir-me.
-Pessoal quem abre o forno para enfiar os biscoitos?
E nisto enquanto me inclino com o tabuleiro na mão, sinto uma valente palmada no rabo.
-Auuu!! Quem foi?
E olho para trás com ar fulminante prestes a disparar!
Nmaufeitio, 100modos, guerreiro e Ricco gritam de imediato em coro.
-Foi ela!
-Ela?! Mas ela quem? E eis que aparece do meio dos meninos, a menina Vizinha corada que nem um pimento e vestida apenas com um pijama de cetim reduzido.
-Fui eu! Desculpa, não resisti!
-Tens consciência de que vou castigar-te!
E eis que um sorriso de orelha a orelha se rasga com um olhar esperançoso.
-Que bom! Sim?
-Claro! Não há biscoitos para ti!
E um silêncio carregado de desilusão instalou-se à espera que os biscoitos saíssem do forno.

MissSteel#69letras

Deixar uma resposta