Desejo

Desejo…
Desejos…
É isso que me move…
É isso que te afasta…
Passas por mim e chamas-me com o olhar. Sabes que não devo ir, mas chamas-me… Apostaria que queres isso mais do que eu.
Mas eu não vou ceder. Pelo menos para já!
Desvio o olhar e finjo que não reparei…
Volto a olhar-te e tu voltas a fazê-lo… Agora tens a certeza que vi e tens a certeza que quero ir…
Sorris…
Sabes que amo o teu sorriso…
Sabes que não resisto…
Levanto-me, ajusto o vestido ao meu corpo, passo os dedos no cabelo cabelo e vou ter contigo…
O proibido torna-se sempre a maior das tentações…
E tu já és uma tentação tão grande!
Continuas a sorrir…
És delicadamente encantador…
Fixo os meus olhos nos teus… Mas não sorrio…
Paro à tua frente…
Olhos nos olhos…
Sem nos tocarmos o desejo que nos corre nas veias é quase palpável!
Até que não aguentas mais…
Encostas-me à parede, com força.
Sinto frio, sinto calor, sinto tanto calor…
E beijas-me o pescoço… Beijas-me os ombros… Beijas-me os lábios tão, mas tão suavemente, que o tempo parou para nos permitir este momento…

Raio de Sol || #69Letras

Deixar uma resposta