Voltar para ti

A experiência de voltar… o estar contigo… Sabes, estou cansada… Cansada e ansiosa para chegar e rever-te, de querer-te tanto mas no entanto sou forçada a ficar mais de 8 horas sentada num avião que voa a seu ritmo, a seu tempo e a sua velocidade.
Não posso controlar nada.
Sou apenas uma mera espectadora da habilidade de uma conjunção de factores que me governa neste espaço tão diminuto, onde as minha pernas vão amarfanhadas entre bancos tão estreitos em que sou obrigada a encolher quase como um feto… o que me vale é a vontade, o pensamento e os sentimentos … Esses sim, são livres…
Quero rever-te, olhar para o teu sorriso e nos teus olhos, ver a reacção do teu corpo ao nosso reencontro. Levo na mala tanta vontade contida, tantas palavras que não sei se conseguirei dizer…
As minhas inquietações borbulham, transparecendo em cada um dos meus gestos, vivo estes dias de forma tão intensa e ao mesmo tempo tão difusa que às vezes acho que sou uma antítese… O não querer querendo, o desconfiar confiando… A vontade de entregar-me plenamente mas sem soltar as minhas amarras.
Até já meu menino doce, meu bem… até…

Desabafos da Sweet Firefly

Deixar uma resposta