Pura adrenalina

Sentei me à beira da janela com uma caneca de café na mão…
A vida vai passando sem que eu interfira, os vizinhos continuam na vidinha deles, a propósito nem sei o nome deles…..argghhhh!
Quando é que eu “adormeci”?
Lembro-me de mim sempre a equilibrar-me na corda bamba da vida . A testar limites…meus e dos poucos que atreviam a juntar se a mim. Essa era eu! A rebelde com adrenalina a 1000 e um sorriso adolescente na cara!
Que se passou comigo? Deixei me levar pelas panelas e tachos do casamento? Afundei-me nas fraldas e chuchas da maternidade?
BASTA! Sou muito mais que isso!
Hoje não vou ser a esposa dedicada ou a mãe ternurenta, tudo qualidades cujas as quais me orgulho imenso mas tenho saudades. Saudades da mulher! Da mulher rebelde, sensual, opinativa, inesperada e divertida! Hoje não vou vestir nenhum vestido ou calçar ballerinas. Hoje não vou esticar o meu cabelo de forma ficar direitinho e certinho.
Hoje vou SAIR de mim, da minha pele!
Botas rudes, calças de ganga rasgadas, T-shirt preta, velha e roçada. Caracóis errantes no cabelo solto e livre.
Pego nas chaves do Cabrio e rumo à pista velha e abandonada de aviões. Parto o cadeado velho e ferrugento e entro no mundo só meu! Só eu, o motor do carro a roncar e a lua. Antes de largar a embraiagem fecho os olhos, sinto cada pêlo do meu corpo a arrepiar-se em sintonia com o motor.
Ahhhhhh…aquela sensação de liberdade num orgasmo!
Largo a embraiagem abro os olhos e em recta atinjo quase os 200 à hora. Meu cabelo ganha vida no vento e eu, ganho anos de vida!
Peões, acelero, travo a fundo enfim…. tudo o que a minha alma me pede para renascer do estado vegetativo em que vivia até que desligo os faróis e fico completamente desprovida de luz. Sinto-me estranhamente confortável na escuridão dos meus sentidos.
Acelero como quem desafia a morte! SINTO-ME VIVA!!! Mas que luz é aquela?
Uma mota? Quem é aquele? Travo a fundo!
– O que faz aqui???
– E você o que faz aqui?
Hummmm sensual… mas invadiu meu espaço.

MissSteel#69letras

Miss Steel #69Letras

Deixar uma resposta