Percurso Alucinante!

Entre brincadeiras e sorrisos nos beijamos divertidos, nossos beijos se tornam mais demorados e intensos, as mãos irrequietas percorrem nossos corpos pois são caricias mutuas que nos vão enchendo de desejo.

Beijo-te o pescoço e descendo acaricio-te os seios sentindo os teus mamilos eretos, a tua pele arrepiada dá-me o sinal de que estás pronta para que possa percorrer cada centímetro do teu corpo beijando e acariciando, enquanto as tuas coxas quentes se abrem para receber o carinho que tanto esperam.

Beijo tuas virilhas e num passar leve e subtil minha língua percorre todo teu ventre, há excitação sinto-te com alteração da respiração, teu corpo em uníssono pede mais, teu ventre abre-se como pétalas de rosa das quais provo teu néctar do amor, aquele que me desperta os sentidos e me deixa em desatino.

Beijo teus lábios vaginais com a mesma doçura que beijo a tua boca, começas-te a contorcer e os batimentos cardíacos aceleram, acariciando todo teu ventre com a língua tu entras em êxtase, brinco com o teu clítoris o que te deixa louca, arranhas, bates, gemes de prazer, os gemidos se tornam mais intensos, levantas as ancas e contorces como uma cobra ouvindo uma flauta hindu, gemidos, gritos surdos, arranhões e um gemido longo e dengoso.

Teu corpo estremece, soltas o gemido que indica um orgasmo intenso e poderoso, levanto a cabeça e te vejo a sorrir.

 

Paul Gray

Deixar uma resposta