O verdadeiro é aquele que não é egoísta, não é mau e não é pequeno.

 

Apareceste e desarmaste-me!

Uma vez mais deste notícias…
Da última vez, disse-te pela primeira vez, para não me procurares mais…
Mas hoje fizeste-o! Procuraste-me..
Tal como eu no ano passado, mesmo se pediste o contrário..
Agora foi a tua vez e fizeste questão de me lembrar disso!

Não esperava… Nunca espero nada de ti, mas desejo tudo…
Fico desarmada por ver que precisas de mim, tanto ou mais, como eu de ti..

E tu achaste que este amor se tornou ódio…
Sorrio com lágrimas a correr pela minha cara, porque odiar-te…
Hummm, até suspiro…
Fico com um nó na garganta, só de te imaginar a sofrer… Como se uma dor me invadisse a alma e o coração…
Sofreres, seres infeliz, não estares bem… Só de imaginar, volta a dor! Dói e volta a doer…

És parte de mim! Sabes o quão importante é isso?!
Não tens de estar aqui, não tens de ficar comigo, para mim és mais que parte.. És amor, o amor da minha vida! E só não és o homem da minha vida, porque recusaste a sê-lo…
O amor… Sabes a importância disso? Do amor verdadeiro? Pois bem, descobri-o contigo!
O verdadeiro é aquele que não é egoísta, não é mau e não é pequeno.

Eu quero que sejas feliz, mesmo se o desejasse comigo… Mas se for com outro alguém e se te amar um terço do que te amo, ficarei certa de que serás feliz!
Claro que dói pensar em ti com outra pessoa, ainda para mais com a certeza de que eu sou a “tal” e que é de mim que precisas na tua vida…
E pior… Eu sei que tu sabes disso!
Mas falta-te, talvez, força e coragem para lutares contra o mundo e esqueces-te que eu te daria o universo…
Mas vou dando e darei, aquilo que me permitires dar também… E olha que tenho muito para dar, mas no pouco que me permites, eu dou o que tenho de melhor em mim.. O meu coração!

Por último, faz-me feliz: Sê feliz!

Vany #69Letras

Deixar uma resposta