Meu bem…

Chamo-te meu bem porque acredito que és meu bem, que me fazes bem… o teu sorriso, o teu olhar ilumina o meu dia. És o meu bem, quando acordas de manhã e dizes-me bom dia, porque o dia que nasceu traz a promessa de ser bom através de ti… não é apego ou posse “o meu”… é presença!
Dizes que o meu bem é para muitos mas não, apenas tu és o meu bem porque é apenas a ti que dou o poder da minha entrega. Será que sabes isso? Será que tens a noção que por de trás do meu bem és o todo, e que fazes de mim completa e feliz.
Por vezes acho que tens falta de mimo, de mimo bom, de aconchego. Através da doçura das minhas palavras tento chegar à tua alma que por vezes parece tão perdida e confusa…
Pões a tocar “I Was made for you”, comecei a divagar sobre a letra, será que pensas mesmo isso? Eu não, acho que não acredito, se calhar o problema é meu, talvez sejam as minhas vivências, os silêncios guardados, as minhas memórias que assim o ditam… O mais curioso é que ainda faço juízos de valor porque acho que também não pensas assim…

Desabafos da Sweet Firefly

Deixar uma resposta