Forma tentada…

Olho-te e leio-te, nem sequer te vejo, mas sem pudor provocas desejo, o meu Anjo e o Demónio numa guerra desenfreada, onde o bem quer resistir mas não serve de nada, entregam-se ao pecado de forma tentada, de corpo e Alma na forma de um beijo, de entrega tamanha a que não resisto e fraquejo.

Os meus dedos são os teus que me tocam a Alma, e que sem querer me suprimem a calma, num Outono de sentidos, de folhas despidos, agigantam-se vontades, de momentos apetecidos, entre o cheiro ocre da terra molhada, que inebria o toque da pele tão tentada, aniquilamos a sede que nos deixa rendidos, prostrados de prazer e de pele saciada.

Forma estranha esta de sentir, de deixar o teu toque no meu corpo fluir, como um rio que banha cada recanto, cada pedra polida do meu encanto, que te seduz e cativa sem eu saber explicar, o ser tão sentida esta forma de amar.

© Miss Kitty 2016 #69Letras

Deixar uma resposta