Encontros

É ainda com o gosto do teu beijo que escrevo…

Sabes aquele encontro meio as cegas com alguém que é amigo da amiga do primo?

Foi assim que começou a conversa… “Ah tão giro…Eu também gosto de música”, “adorei o texto…” Já eram demasiadas coincidências e ambos sentimos que tínhamos que nos ver e tornar aquela conversa mais fluida, para além de chats e emails que acabam por ser algo tão impessoal… Senti que tinha que te olhar nos olhos para conversar… Nunca esperei deparar-me com A visão… Combinámos almoço (dois foodies) e fiquei eu de escolher o restaurante. Quis impressionar e escolhi um sitio que sabia ser de qualidade media-alta mas num espaço meio que de cortar a respiração.

Normal em mim, cheguei ligeiramente depois do combinado e apressei-nos para dentro do restaurante ainda meio sem te olhar nos olhos. Depois de escolher a mesa lá nos sentámos e finalmente reparei bem nos olhos que me fitavam admirados e fiquei completamente derretida… Algo em ti emanava uma doçura, um humor e uma voz que me prenderam… Como já se esperava o almoço foi maravilhoso.. Boa comida, vinho razoável, conversa deliciosa, elogios galanteadores e algumas tacadas pelo meio que anunciavam o desejo que crescia ali no meio da mesa onde nos aconchegamos junto à janela… Apenas os olhares se tocavam já exasperados e tempos apertados ditaram que o mais que ansiávamos teria que ser adiado… Saímos do restaurante e já com os corpos a pedirem para se juntar avançámos ruas adentro… travaste-nos no primeiro recanto que encontraste e seguraste-me junto a ti e não consegui resistir aos teus lábios que pediam os meus… Envolvemo-no num beijo diabolicamente saboroso e juro que me esqueci de onde estava e só queria ficar naquele momento e beijar o teu corpo todo… Quando pensava já ir além das nuvens, senti o toque das tuas mãos de seda a acariciar o meu pescoço e acho que morri um bocadinho porque senti o céu (se ele existir de certeza que é assim)… Ainda nos perdemos um pouco naquela dança, mas era tempo de ir…Ficou a promessa que eu quero tanto que cumpras… “Vou raptar-te e levar-te…” e eu posso bem responder-te… “leva-me que já sou tua…”
Continua…Oh se continua…

©Vicky M *.* #69letras

Deixar uma resposta