Acordar com fome

Ele: Sim?
Ela: Olá.
Ele: Que se passa?
Ela: Nada, desculpa ter-te acordado.
Ele: Não faz mal. Porque me ligas?
Ela: Não consigo dormir.

Ele: No que pensas?
Ela: Como saciar este desejo.
Ele: Hmm, o que te deu a esta hora?
Ela: Nada, o problema é esse.
Ele: É um problema porque queres.
Ela: Estou sozinha.
Ele: Estou longe.
Ela: Porque queres.
Ele: Assim fico com desejos.
Ela: Anda. Tão cedo não adormeço.
Ele: Não posso, estou longe.
Ela: Hm… Estou a pensar em ti.
Ele: Pronto, agora estou desperto.
Ela: Estás longe. E eu estou sem nada.
Ele: Assim não me controlo.
Ela: Porque queres. Eu quero.
Ele: Eu também quero, e muito. Vou-me vestir.
Ela: Veste pouco. Assim é mais rápido.
Ele: Hmm ok. Tens preferência?
Ela: Tenho, a noite toda.
Ele: Estou a ir. Esta noite serás minha.
Ela: As noites são sempre tuas.
Ele: Toco à porta?
Ela: Está aberta.
Ele: Subo?
Ela: Não, desce que está aberta.
Ele: Meu deus.
Ela: Tua deusa.
Ele: Quase a chegar.
Ela: Não demores, tenho fome.
Ele: Eu alimento-te.
Ela: Prova-me.
Ele: Cheguei.
Ela: Entra.

#aquelafomeameiodanoite

© 100 Modos #69Letras 2016

Deixar uma resposta