Sinto-me eroticamente eu!

 

Desamarei os nós que me prendia a ti,
Deixei a caixa das memórias ser levada pela maré, até a perder de vista em alto mar.
Já não sou aquela menina…
Agora sou uma mulher.
Assumi o comando dos meus desejos,
Grito bem alto as minhas vontades.
Agora transpiro toda a sedução que escondia,
Toda a luxuria camuflada por um terno véu de inocência.
Abro os braços…
Fecho os olhos…
E deixo escapar como uma brisa todo o erotismo que nasceu comigo.
Mergulho no mar salgado,
deixo o meu corpo absorver o seu mistério…
E quando volto e emergir…
Sinto-me bem…
Sinto-me sexy, misteriosa…
 

Sinto-me eroticamente eu!

SWEET SIN

Deixar uma resposta