Pele…

Sinto o aveludado da tua pele sob os meus dedos, pele cansada de tantos medos, com cicatrizes do passado, um pedaço de vida que te foi roubado, este toque que te serena, que tanto te faz sentir vivo, deixa leve como uma pena, e revela tantos segredos.

Sinto o gosto salgado, do teu corpo suado, de Anjo endiabrado, quando ao meu toque reage, desafia o destino, deixa-te em desatino, o teu sabor da pele a mar, que quer em mim amarar, numa maré viva de ondas batidas, que de mim te fazem transbordar, com as palavras doces por nós proferidas, que nos inspiram e dão o Luar.

É na seda pura e fina da pele dos teus lábios, tecida ardilosamente por sábios, que deposito um beijo quente, sei que não é físico mas sim da mente, que te sossega a Alma e o corpo alvoroça, serena o teu Anjo e o Diabo troça, mas apazigua esse desejo urgente.

E na tua pele me perco, em cada poro e cada pedaço, cada cicatriz e cada traço, e me encontro como se fosse a minha casa, que me acalma mas me deixa em brasa, quando me acolhes no teu regaço.

Miss Kitty #69Letras

Deixar uma resposta