É uma mistura de veludo com cetim

Adoro ver-te chegar, ver-te entrar por aquela porta, em silêncio olhas-me e sem te pedir me abraças, envolves-me nos teus braços e ficamos assim, não preciso que me digas nada, o teu silêncio chega-me, o teu olhar fala por ti.

Adoro as tuas mãos entrelaçadas nas minhas, é uma mistura de veludo com cetim, e a tua boca toca a minha pele, e eu sinto que já tenho um cantinho em ti.

Adoro o teu sorriso rasgado, e ainda mais quando me olhas assim, com esse teu olhar maroto, que me faz perder o norte, o sul o este e o oeste, e gostar tanto de ti, os teus abraços fazem sentir-me segura, fazem com que perca qualquer medo, e com o olhar te peço sempre mais um, e eles serão sempre o nosso segredo.

 

Um texto da autoria da nossa seguidora e leitora,

Taty

Deixar uma resposta