Steel, a rebelde

Hoje sou uma fora de lei. Ando fugida da policia há uma semana por roubo. Nao tenho culpa que exagerem no preço das jóias, mais vale roubar que assim já aprendem!

 Chulos!

Escondida num barracão no meio do mato, tenho tudo necessário para me defender caso a bófia apareça. A minha melhor amiga Magnum edição limitada em cor de rosa, faca de mato crivada de diamantes, uma máquina de café e uma lima.
Venham eles! Estou preparadissima!

Acho que oiço barulho lá fora. Bolas, ainda nem me vesti, são 7 da manhã!
– Mãos no ar! Polícia!

Nem contam até 3?!? Isso é batota!

– Não disparem!

E por amor de Deus, não me estraguem a permanente.

– Oh chefe, venha ver isto! A suspeita não está vestida.

– Agarrem-na na mesma, é considerada muito perigosa!

Oh meninos parem! Até fico corada!

– Chefe tenho uma proposta! Em troca da minha liberdade ganho ao braço de ferro com o seu homem mais forte!
– Ahahahahah! Combinado!

Senta-se à mesa um brutamontes daqueles tipo armário de roupa com a inteligência equivalente. Eu, de cuecas e uma t-shirt que cordialmente me deixam vestir.
Olho bem fundo nos olhos do inimigo enquanto entrelaçamos as mãos. Estudo cada movimento dele à procura de fraquezas que me dêem vantagem.
Descobri! Está no papo!

– 1, 2, 3!!!!!

Levanto-me de repente e dou-lhe um beijo bem molhado como aquele grandalhão virgem nunca teve na vida dele!
Ganhei! Ahahahah!
Adeusinho….
Steel continua em fuga.

©Miss Steel 69letras 2017 

Deixar uma resposta